sarampo

Por que o sarampo não pode ser negligenciado

Blog

O sarampo é uma doença causada por um vírus que infecta exclusivamente humanos.

É uma doença grave, transmite-se diretamente de pessoa a pessoa através de gotículas respiratórias como tosse, fala, espirro e dispersão de partículas no ar, facilitando sua transmissão em ambientes fechados. Estima-se que durante a doença uma pessoa possa infectar 10 a 12 pessoas. É uma doença extremamente contagiosa.

Os sintomas se iniciam subitamente, com febre de 38,5 que vai aumentando de intensidade, tosse, conjuntivite e fotofobia. Em alguns casos, pode ocorrer diarreia. Dois a quatro dias depois surge um exantema que se inicia da cabeça até membros e pode haver algumas manchas brancas dentro da boca, chamadas de “manchas de Koplik”. A febre cessa aproximadamente dois a três dias após o aparecimento do exantema.

A transmissão do sarampo ocorre quatro a seis dias antes e até quatro a seis dias após o início do exantema.

O tratamento é realizado para os sintomas e as complicações. Não existe um tratamento contra o sarampo.

Complicações do sarampo:

– 1 em cada 10 crianças ficam com perda auditiva permanente;

– 1 em cada 5 crianças são internadas em hospital;

– 1 em cada 1000 desenvolvem encefalite com sequelas;

– 1 a 3 pessoas evoluem a óbito (por pneumonia ou encefalite);

– Menores de 5 anos e desnutridos, gestantes, imunodeprimidos têm mais riscos de complicações.

Números de sarampo no Brasil:

– 2018 – 10.330 casos

– 2019 – janeiro a outubro – 7.649 casos

– 97% deles no estado de São Paulo, especialmente na região metropolitana da  capital.

– A maior incidência (número de casos novos) a cada 100 mil habitantes é maior em menores de 1 ano, no entanto, 35% dos casos se concentram em adultos de 20 a 29 anos.

– 12 mortes em 19 estados do Brasil, sendo 7 casos em menores de 1 ano e 5 casos em maiores de 20 anos.

Medida de prevenção: a medida mais eficaz de prevenção contra o sarampo é através da vacinação.

Segundo estimativas do Ministério da Saúde do Brasil, 49 milhões de pessoas em 2019 estão suscetíveis ao sarampo.

Como vacinar:

– Crianças aos 6 meses devem receber 1 dose, com mais uma dose aos 12 meses e reforço aos 15 meses.

– Crianças e adultos até 29 anos devem receber 2 doses, com intervalo de 30 dias entre elas.

– Adultos de 30 a 49 anos devem receber  01 dose da vacina conhecida como MMR ou tríplice viral (VTV).

– Contraindicações: gestantes e imunodeprimidos

– A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde do Brasil!

Autora: Dra. Silvana Gazola Santucci CRM SC 9377 – responsável técnica Bravacinas

Post anterior
A vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) é eficaz?
Próximo post
Meningite Meningogócica: Doença rara, mas com sérios efeitos em indivíduos

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu