Vacinas

A Bravacinas é uma clínica especializada em vacinação humana. Do ponto de vista da proteção da saúde individual, vacinas são uma excelente estratégia pois além de serem muito seguras são muito eficazes.

Temos à disposição no Brasil vacinas contra doenças como: gripe, doença pneumocócica, Haemophilus influenzae b, sarampo, caxumba, rubéola, varicela, hepatites A e B, meningites ACWY e B, BCG (tuberculose), febre amarela, HPV (papiloma vírus humano) dengue, varicela zoster, difteria, tétano, coqueluche, poliomielite e rotavírus.

Saiba mais sobre o Calendário de Vacinação no site oficial da Sbim – Sociedade Brasileira de Imunizações, incluindo informações sobre vacinas para Crianças, Adolescentes, Adultos, Gestantes, Idosos e Vacinação Ocupacional.

Mas o que são vacinas?

Vacinas são produtos biológicos produzidos a partir de microrganismos inativados, microrganismos vivos atenuados ou fragmentos capazes de simular o antígeno selvagem como um todo e assim induzir a produção de anticorpos especificamente contra estes antígenos. A vantagem desta estratégia é induzir uma resposta imune específica sem que a doença ocorra, visto que os antígenos vacinais são poucos (vacinas atenuadas) ou nada (vacina inativada) virulentos.

Atualmente possuímos um grande arsenal que possibilitou grandes avanços na luta contra as doenças infecciosas: a erradicação da varíola e controle da poliomielite são apenas alguns dos resultados.

É importante destacar que o controle das doenças prevenidas por vacinas ou mesmo sua eliminação requer a cobertura vacinal e consequente indução da imunidade protetora em proporções suficientes da população, pois assim haverá diminuição de pessoas suscetíveis a adoecer  e a diminuição da circulação destes microrganismos entre humanos. Este controle entre outros fatores depende da manutenção da imunidade desta população a longo prazo.

Por que vacinas são importantes?

Uma análise realizada pelo CDC (Center Diseases Control) dos Estados Unidos no início dos anos 2000, revelou que os maiores avanços obtidos em saúde no período entre 1900 e 1999 foi a introdução da vacinação como estratégia de prevenção e controle de doenças. No mundo podemos citar a eliminação da varíola através de vacinação.

O Brasil e vários outros países conquistaram o controle da poliomielite, do sarampo, da rubéola congênita, da difteria, da meningite por Haemophilus influenzae, da doença pneumocócica e outras. Muitos são os desafios pois o Brasil com um robusto programa de vacinação pública enfrenta locais com coberturas vacinais insuficientes com risco de reintrodução  destas doenças controladas.

Hoje o desafio que se apresenta a todos os profissionais que trabalham com vacinas é mudar a crença de que vacinas são somente para crianças. Gestantes, adolescentes, adultos e maiores de 60 anos são especialmente beneficiados por estes produtos. Cresce cada vez mais a segurança na produção de vacinas e ainda são esperadas novas vacinas para controle de várias outras doenças como ZIKA, hepatite C, HIV.

Menu