Você sabe se as vacinas do seu filho estão em dia?

Blog

A vacinação é fundamental, principalmente nos primeiros anos de vida. Às vezes, apenas a caderneta de vacinação não é suficiente para lembrar e organizar quais vacinas a criança precisa receber. A Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), disponibiliza um calendário para vacinação infantil, para que os pais tenham acesso e possam se organizar.

Confira a seguir o calendário e também um detalhamento das vacinas por idade.

Tabela criança Sbim

 

Recém-nascidos até 6 meses

A imunização nos primeiros meses é crucial para manter a criança saudável. Já quando nasce, o bebê precisa tomar uma dose única da BCG (previne a tuberculose). Além disso, nas primeiras 12 horas de vida deve ser aplicada uma dose da vacina de prevenção à hepatite B.

Quando completa 2 meses, o bebê precisa tomar as seguintes vacinas: VIP/VOP (poliomielite), DTP/DTPa ou tríplice bacteriana (difteria, tétano e coqueluche), pneumocócica conjugada (pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo pneumococo), Hib (meningite e outras infecções causadas pelo haemophilus influenza tipo B), rotavírus (diarréia e desidratação) e a segunda dose da vacina contra hepatite B.

Segundo o calendário, aos 3 meses a criança deve ser imunizada contra diferentes tipos de meningite. Nesta fase, ela toma uma dose da meningocócica C ou ACWY conjugada e meningocócica B recombinante.

Chegando aos 4 meses, recebe a segunda a dose das vacinas DTP/DTPa, Hib, VIP/VOP, pneumocócica conjugada e rotavírus. Já com 5 meses, o bebê deve receber a segunda dose contra meningite (meningocócica C ou ACWY conjugada e B recombinante).

Finalmente com 6 meses, ele receberá novamente as doses contra poliomielite, difteria, tétano, coqueluche, pneumonia, meningite, hepatite B e rotavírus. Aqui ele já pode tomar a primeira dose da vacina influenza, contra gripe.

Crianças de 7 à 18 meses

Passando do primeiro semestre, agora com 7 meses, o bebê precisa tomar mais uma vez a vacina influenza e também das meningocócicas B e mais uma dose contra meningite ACWY dependendo do laboratório produtor.

Com 9 meses, deve receber a vacina contra febre amarela. Quando completar 1 ano de idade, a criança receberá o reforço das vacinas pneumocócica conjugada, meningocócicas e a primeira dose das vacinas tríplice viral- Sarampo-Caxumba-Rubéola (SCR) + varicela ou, tetra viral (SCR+Varicela). Aqui ele ainda recebe a primeira dose da vacina contra hepatite A.

Chegando aos 15 meses, deve tomar reforços das vacinas Hib, VIP/VOP, DTP/DTPa e SCR/SCRV/Varicela. Com 18 meses, somente recebe nova dose da vacina Hepatite A.

Vacinas dos 4 aos 6 anos

Este período não tem um grande número de vacinas. A criança deve tomar o reforço das vacinas contra difteria, tétano e coqueluche, poliomielite e meningite (meningocócica C ou ACWY conjugada).

Entre 9 e 14 anos

Aos 9 anos as crianças precisam tomar a primeira dose contra dengue e HPV. Com 11, recebem uma nova dose da meningocócica C ou ACWY conjugada. Já aos 14 anos, os adolescentes precisam ser vacinados contra difteria, tétano e coqueluche com a dose da dT/dTpa, especial para adolescentes e adultos.

Lembre-se de manter a caderneta de vacinação e as vacinas do seu filho em dia. No atraso ou falta de vacinas sempre podemos e devemos completar as doses faltantes. Se ficou com alguma dúvida, entre em contato conosco.

Post anterior
Vacinar ou não vacinar contra a febre amarela?
Próximo post
Rotavírus: transmissão, sintomas e prevenção

Posts Relacionados

Menu